14 de fevereiro de 2012

Spani anuncia abertura de duas novas lojas ainda em 2012


Spani Atacadista de Resende - RJ


A rede Spani Atacadista, com 11 lojas no interior de São Paulo, vai investir R$ 30 milhões este ano na abertura de dois novos empreendimentos – um em Caraguatatuba, no Litoral Norte e outro, no Vale do Paraíba, onde ainda não houve uma definição sobre o município que receberá a nova loja.

As duas novas unidades, segundo o diretor comercial do grupo Zaragoza, detentor da bandeira Spani, Flávio Almeida, serão inauguradas até o começo do segundo semestre deste ano. As lojas de Caraguatatuba e do Vale do Paraíba manterão o foco no pequeno e médio varejista no sistema de autoserviço, incluindo desde o supermercado de pequeno porte, a mercearia e também todo o público transformador (restaurantes, padarias, bares e lanchonetes).

O faturamento do grupo comercial Zaragoza, que atua principalmente na região do Vale do Paraíba e litoral norte de São Paulo com as bandeiras Villarreal Supermercados e Spani Atacadista, deverá ultrapassar a casa de R$ 1 bilhão em 2012, de acordo com Almeida.

Deste total, mais de 90% da receita vem da rede Spani e o restante do varejo, com as cinco lojas Villarreal (duas em São José dos Campos, Jacareí, Taubaté e Cruzeiro). Em 2011, a receita do grupo foi de R$ 862 milhões. “Estamos prevendo um crescimento de 25% nos nossos negócios, sem contar as novas lojas. Grande parte desse crescimento se deve às atividades do Spani Express, que este ano deverá responder por 20% do nosso faturamento”, disse o executivo.

Segundo o diretor,  a equipe Express registrou um crescimento de 100% no ano passado em relação a 2010, número que só foi possível graças a um grande investimento feito no Centro de Distribuição do Grupo Zaragoza e que incluiu a compra de equipamentos, frota e a contratação de novos profissionais.

“O nosso objetivo é continuar trabalhando pelo reconhecimento da marca no Vale do Paraíba e Litoral Norte de SP”, ressaltou. Segundo o diretor, ainda existe muito espaço para ser ocupado nestas regiões. “Em 2013, devemos ter uma nova loja”, revelou.

Fonte: Valor Econômico
Reações:

0 Participações: