29 de fevereiro de 2012

Philip Morris é condenada a pagar R$ 30 mil a ex-funcionário




A Philip Morris Brasil foi condenada pela Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho a pagar 30.000 reais a um ex-funcionário por danos morais.

A vítima alegou que em reuniões da empresa, na frente de vários colegas de trabalho, era chamado de incompetente e seu trabalho classificado como um lixo.

Diante de tais humilhações, o trabalhador começou a apresentar problemas psicológicos, o que fez com ele procurasse reparação junto à Justiça.

A princípio, a Philip Morris foi condenada a pagar indenização de 6.000 reais, mas o ex-funcionário recorreu e por unanimidade da Turma julgadora do processo, o valor passou a ser cinco vezes maior.

De acordo com a ministra Dora Maria da Costa, mesmo que as humilhações não fossem diárias, ocorriam de forma reiterada nas reuniões da empresa.

"Além disso, trata-se de uma empresa  de grande porte, que comporta um valor mais elevado de indenização", afirmou a ministra.

Fonte: Exame 
Foto: Walt Disney Pictures
Reações:

0 Participações: