9 de fevereiro de 2012

Avon muda o comando no Brasil


Divulgação: Luiz Felipe Miranda

Sete anos depois de assumir a filial brasileira da Avon, o venezuelano Luis Felipe Miranda deixa o cargo. Ele deve ser substituído a partir de 1º de março por David Legher, atual gerente geral dos mercados do norte da América Latina, que tem sob o seu comando o México. Miranda estava há 30 anos na Avon.

No fim de 2010. a Avon sentiu dificuldades para atender a demanda por seus produtos no Brasil. O gargalo estava concentrado no processo de distribuição de mercadorias. A expansão das vendas em ritmo menor na América Latina, numa referência ao caso brasileiro, foi citada no balanço mundial do terceiro trimestre de 2010.

O comando da Avon no Brasil chegou a enviar uma carta às revendedoras para explicar a situação. Houve um forte crescimento nos pedidos de algumas linhas da fabricante, no momento em que a empresa estava criando, a partir do zero, um novo centro de distribuição (CD) no Brasil, em Cabreúva (SP), onde investiu US$ 150 milhões.

"Tivemos alguns ruídos nesse processo de migração [de CDs]. Não tem nada a ver com queda de demanda, pelo contrário. Mas achamos que essas dificuldades são algo pontual e tudo volta ao normal já no começo do próximo ano", afirmou Miranda.

Há dois meses, a Avon mundial destituiu a presidente da companhia, Andrea Jung, que passou a presidir o conselho de administração.

Fonte: Valor Econômico
Foto Créditos www.avonjabrasil.com.br 
Reações:

0 Participações: