8 de novembro de 2012

MERCADO DA BELEZA EM ALTA



Você sabia que o Brasil está em 3° lugar no ranking mundial de venda de cosméticos, ficando atrás de nada mais, nada menos que Estados Unidos e Japão? Pois isso é verdade sim!

Segundo dados do Instituto Euromonitor, o Brasil faturou humildes US$ 43 bilhões em 2011, apresentando um crescimento de 18,9%, o maior entre os 10 principais mercados do mundo neste setor. O país aparece em terceiro lugar no ranking, com 10,1% de participação, atrás dos Estados Unidos (14,8%) e do Japão (11,1%). São mais de 1,6 mil indústrias de cosméticos e a maioria delas concentrada na região sudeste. É um alto investimento feito em novas tecnologias e produtos diferenciados.

No que diz respeito a produtos de cabelo, somos o segundo maior no ranking, nós mulheres, gastamos cerca de R$80,00 mensais com isso e até mais. Os brasileiros, em especial as mulheres, estão entre os povos que mais gostam de novidades em matéria de beleza e gastam, como gastam!!

Há quem diga que a classe C pode ser a maior responsável  por esse crescimento, pois não só aumentou a frequência de uso, como partiu para marcas mais caras, dando uma injeção de ânimo nos planos dos fabricantes de produtos de higiene pessoal e cosméticos. Pela primeira vez, esse segmento puxou as vendas do setor, que inclui ainda os cosméticos tradicionais, líderes no comércio e a perfumaria. O crescimento do consumo na classe C tem a ver, além do crescimento da renda, com o aumento, nos últimos anos, dos investimento da indústria em tecnologia. Há quatro anos esse mesmo consumidor só encontrava o shampoo na faixa dos R$ 3 a R$ 5 e hoje, com a melhora do poder aquisitivo, ele encontra mais opções, também na faixa dos R$ 5, dos R$ 10, e com muito mais tecnologia, seja qual for o preço.

Não podemos esquecer que o investimento na remodelagem de embalagens com intuito de baratear alguns produtos também conta, temos como exemplos os desodorantes AXE e REXONA.

Nas redes sociais, são centenas de páginas voltadas para o segmento, houve também um crescimento no número de blogs relacionados as blogueiras de moda e maquiagem ajudam e muito nesse crescimento, usando e indicando, fazem as famosas resenhas ou tutoriais sobre todos os tipos de produtos. E se vocês acham que elas não ganham nada com isso, estão super enganados, esse é um mercado que vai desde parcerias entre blogs de beleza e lojas virtuais, perfis para revenda de marcas importadas como Mac, Nyx, Moroccanoil, Sigma, Urban Decay dentre outras e revenda das marcas conhecidas ou mais populares como Avon, Mary Kay, Natura, Jequiti e etc.

É minha gente, é o mercado da beleza movimenta e impulsionando a economia no país!

Rosana Rocha

Fonte:  Euromonitor, Globo.com e No minuto.


Reações:

0 Participações: