6 de agosto de 2012

Software pretende eliminar ruptura dos pontos de venda no varejo

Os sócios da Involves, da esquerda para direita: Leonardo, Gabriel, Rodrigo, Pedro, Guilherme e André (Foto: Divulgação) 

Empresas que comercializam seus produtos em estabelecimentos de varejo, como supermercados e armazéns, têm um desafio em particular: manter suas prateleiras cheias, garantindo que o consumidor final encontre e compre suas marcas. O problema é que o responsável pelo abastecimento nem sempre sabe quando as prateleiras estão vazias ou quando há produtos em exposição com defeito de fabricação ou mesmo vencidos. Situações como essas são prejudiciais tanto para o fabricante quanto para o estabelecimento, que deixa de vender.

A chamada “ruptura” – ou seja, a falta de reposição de produtos nas prateleiras – pode chegar a um índice de 22% nos estabelecimentos, de acordo com um levantamento da Nielsen, multinacional líder em pesquisas de mercado. Segundo o estudo, ela causa ao varejo perdas de R$ 371 milhões ao ano em vendas de produtos como o café. Uma empresa catarinense, no entanto, desenvolveu uma solução que pretende evitar esse tipo de problema.

O Agile Promoter, criado pela Involves, foi apresentado durante o 28º Congresso e Feira de Negócios em Supermercados (Apas 2012), que ocorreu em maio, em São Paulo. Ele ajuda a reduzir a chamada ruptura nos pontos de venda. Funciona assim: a equipe de promotores ou repositores coleta as informações do ponto de venda e as envia, através de tablets ou smartphones, ao sistema, tudo em tempo real. As rupturas são notificadas de maneira on-line para os responsáveis pelo abastecimento. “Isso agiliza o processo de reposição”, destaca André Krummenauer, um dos sócios da Involves.

O uso da ferramenta dispensa o registro manual dos dados, que posteriormente eram digitados. Além das informações em tempo real, o software gera relatórios de preços, estoques e de produtos danificados e vencidos, melhorando a qualidade da exposição. Ainda é possível registrar tudo com fotos, que também podem ser transmitidas ao sistema. Quando os estoques estiverem baixos, o software envia uma mensagem aos responsáveis pelo ponto de venda, impedindo que as prateleiras fiquem às moscas.

Potencial

O sistema já vem sendo utilizado por 20 clientes. Como entre eles estão agências que levam o Agile Promoter a outras empresas, são mais de 50 que utilizam o software. Com isso, a ferramenta já alcançou a marca de dois mil usuários. Krummenauer destaca que o grande trunfo do produto é a sua versatilidade. “Qualquer empresa que comercializa seus produtos no varejo é um cliente em potencial para o software”, acrescenta André.

A Cottonbaby, fabricante de hastes flexíveis e artigos de higiene, é uma delas. Rubem Kamers, supervisor de merchandising da empresa, afirma que, sem o Agile Promoter, seu trabalho de auditoria nos PDVs seria inviável. “Coleto informações diariamente e o sistema gera as análises para tomada de decisão de forma ágil e segura”.

Sobre a empresa

Hoje a Involves atua apenas no mercado nacional com indústrias e agências especializadas em terceirização de mão-de-obra para o ponto de venda (promotores), mas a empresa já tem planos de invadir, em breve, o mercado internacional. “Já existe um projeto piloto em Portugal”.

Além de comercializar o Agile Promoter, a Involves também desenvolve softwares sob encomenda, aplicativos para dispositivos móveis, portais, websites e mobiles sites.

A empresa é comandada pelos sócios Leonardo Coelho, Gabriel Menezes, Rodrigo Lamin, Pedro Galoppini, Guilherme Coan Hobold e André Krummenauer.

Quer saber mais sobre a Involves?
Entre em contato pelo e-mail pdvativo@gmail.com
Ou pelo telefone 11- 97500-8647 - Edson Souza
Reações:

0 Participações: