19 de fevereiro de 2012

Kodak cancela patrocínio e está fora do Oscar 2012




Depois de ter o contrato de patrocínio para o Kodak Theatre em Los Angeles cancelado pela Kodak nesta semana, a CIM Group, companhia que administra a arena onde acontece a cerimônia do Oscar, ainda não definiu que nome será usado para batizar o local daqui por diante.

Em comunicado a assessoria de imprensa da companhia afirma que a empresa não tem nenhum comentário a fazer até o momento.

A rescisão do contrato de "naming rights", como é conhecido esse tipo de acordo, faz parte do processo de reestruturação da Kodak, que entrou em processo de recuperação judicial no mês passado. O objetivo é economizar US$ 3,6 milhões por ano no contrato de 20 anos fechado há cerca de uma década. A companhia ainda tinha US$ 38 milhões a pagar à CIM Group.

O pedido de cancelamento foi feito pela própria Kodak e o sinal verde foi dado nesta semana pelo juiz de falências Allan Gropper.  "Eles têm responsabilidades para com seus credores, e não querem pagar o dinheiro do acordo pelos próximos noves anos", afirmou o juiz. Nesta semana, a Kodak também teve liberação para pegar um empréstimo de US$ 950 milhões depois de concluir negociações com donos de papéis de dívidas suas. Gropper já tinha dado aval para um empréstimo de US$ 650 milhões quando a Kodak entrou com o pedido de recuperação judicial.

Apesar de todo o esforço que tem feito para deixar o mercado de filmes e migrar para o segmento de impressão digital, a Kodak ainda é uma parte importante do mercado cinematográfico. Das nove produções indicados ao prêmio de melhor filme, sete foram rodadas usando filmes da Kodak.

Fonte: Valor Econômico
Reações:

0 Participações: