25 de fevereiro de 2011

Projeto Apoiado Pelo SEPEX-SP Mapeia Mídia Exterior Na América Do Sul

Ação foi iniciada com levantamentos realizados na Argentina

São Paulo, fevereiro de 2011. Documentar e tentar entender as formas, conteúdos e atores relacionados à atividade de Mídia Exterior faz parte da atuação profissional e acadêmica de Sérgio Rizo, pesquisador e colaborador do SEPEX-SP (Sindicato das Empresas de Publicidade Exterior do Estado de São Paulo).

Depois de publicar um livro contando um pouco da história desse segmento na cidade de São Paulo http://midiageografica.wordpress.com/2009/11/21/hello-world/ e dedicar um capítulo inteiro de outra publicação, sobre a Mídia Exterior como objeto para ensino de geografia http://www.necropolis.com.br/books/geografia.php, Rizo teve a oportunidade de realizar um estudo na USP com o objetivo de comparar a Mídia Exterior existente em algumas cidades latino-americanas. O estudo fará parte de sua tese dentro do Programa de pós-graduação para Integração da América Latina http://www.usp.br/prolam PROLAM/USP).

Quando seu projeto foi aceito, Rizo iniciou uma ampla pesquisa para identificar as pessoas e entidades que poderiam apoiá-lo nessa empreitada. Em seu estudo na Argentina, contou com o apoio do jornalista Carlos Gùzman Heredia, correspondente do Portal eAgora (www.eagora.com.br) naquele país, para entrevistar empresários e criativos que trabalham com o segmento.

No país vizinho, Rizo percorrerá as cidades de Buenos Aires, Rosario, Córdoba e Mendoza. Depois deverá seguir para Santiago de Chile, para o mesmo trabalho, de onde regressará a São Paulo. Rizzo já passou pelo Uruguai, onde registrou as peças das cidades de Montevidéu e Colônia Del Sacramento.

O diário está sendo criado na forma de posts no midiageografica.wordpress.com e no perfil do facebook do Sepex-SP. Já foram produzidos textos sobre as "pantalas municipales", que são painéis do século XIX que são administrados pela prefeitura de Buenos Aires. Depois Rizo publicará material sobre "carteles", abrigos de ônibus, eletrônicos, frontlights etc.

O estudo tem o apoio do SEPEX-SP que, recentemente, também lançou um programa de levantamento inédito da atividade de Mídia Exterior, no Estado de São Paulo, com o objetivo de reunir informações suficientes para poder elaborar um relatório preliminar visando a criação de uma base de dados de importância para futuros trabalhos tanto para o Sindicato regional como para a FENAPEX – Federação Nacional da Publicidade Exterior.
Reações:

0 Participações: