14 de fevereiro de 2011

Cuide das Pessoas e Elas Cuidarão do Seu Negócio


As pessoas constituem a alma de uma organização. O momento da escolha de colaboradores é fundamental para o sucesso da empresa, pois as pessoas são as peças mais importantes de todo o sistema, portanto, a escolha não pode ser leviana, superficial ou apressada. Uma boa dica é sempre analisar no mínimo três candidatos, pois isso aumenta a capacidade de acerto na escolha.

Pergunte-se: que necessidade de pessoal você tem em número, prazo e perfil profissional? Para isso, defina o CHA, que tipo de Conhecimento, Habilidades e Atitude os candidatos devem ter.

Converse com os candidatos, buscando informações de seu histórico, experiências profissionais e habilidades.

Informe como é seu método de trabalho. Esclareça todas as questões de funcionamento e remuneração do trabalho. Defina bem as funções e responsabilidades do funcionário no dia-a-dia e deixe claro que só permanecem na empresa pessoas ensináveis, dispostas a aprender, a mudar e a melhorar. Treine e capacite a sua equipe o mais rápido possível, porque seus concorrentes, neste momento, estão fazendo exatamente isso.

O desenvolvimento dos colaboradores constitui uma grande vantagem competitiva para garantir a permanência da empresa no mercado. Toda e qualquer instituição, que deseja se destacar e se perenizar no mercado, deve estabelecer uma estratégia de capacitação interna bem definida, baseada nos objetivos delineados em seu planejamento estratégico, e não apenas em treinamento esporádico e sem foco. Mandar os funcionários para treinamento apenas quando o evento promovido pela sua entidade de classe é quase de graça, é o “fim da picada”. Aprender hoje é vital, portanto toda equipe tem de se reciclar e se desenvolver, a começar pela direção e gerências, que deverão dar o exemplo.

Programas de treinamento não podem ser vistos como custo operacional, mas um necessário investimento para que a estratégia empresarial seja bem sucedida. Todo o time da empresa: administração, vigilância, produção, direção, limpeza, etc. devem ser treinados em sintonia com os objetivos e resultados almejados.

Investir no desenvolvimento de pessoas exige um profundo interesse da direção da empresa, e nem sempre traz um retorno de curto prazo, mas cria as condições necessárias para que o empreendimento garanta a sua continuidade no longo prazo, ainda que estes profissionais treinados acabem com o tempo deixando a empresa. Pior que perder esporadicamente funcionários capacitados, é não treiná-los e estes “malas” permanecerem na empresa até se aposentarem.

Não se esqueça de realizar o esforço necessário para reter os bons funcionários. Certifique-se de que as pessoas certas estão nas funções certas, promovendo o devido reconhecimento quando necessário. A promoção de ambientes motivadores, de alegria, bem-estar e reconhecimento profissional, é sem dúvida um fator chave para retenção dos recursos humanos.

Cabe à empresa e aos líderes o compromisso com a criação de um ambiente harmônico, estimulante, transparente, de valorização e de justas recompensas, porque quando isso ocorre, naturalmente, resulta em clima favorável ao comprometimento e motivação com ganhos para ambas as partes.

Soeli de Oliveira é consultora e palestrante nas áreas de marketing, varejo, atendimento e motivação do Instituto Tecnológico de Negócios – soeli@sinos.net – Novo Hamburgo – RS.
Reações:

0 Participações: