17 de janeiro de 2013

Jovens preferem usar as redes sociais para reclamar



Os consumidores brasileiros entre 20 e 29 anos dão preferência às redes sociais quando querem reclamar sobre uma marca. Embora os órgãos de defesa do consumidor ainda sejam os canais mais utilizados quando é preciso buscar algum direito ligado à compra de produtos ou serviços, 34% das pessoas nesta faixa têm o Facebook como segunda colocação. Os números são de uma pesquisa realizada pela LeadPix com 3 mil internautas. A maioria dos entrevistados procura entidades de defesa do consumidor (84%) e/ou denunciam o problema nas mídias sociais (28%), ou ainda escrevem aos jornais para denunciar o problema (4%).

Quando perguntados sobre os canais mais eficientes na resolução dos problemas, os órgãos de defesa obtiveram média de 4,2 (em uma escala de 1 a 5), ocupando a primeira posição. O Facebook vem em seguida, com média 3,7. Outras formas avaliadas foram o contato pessoal (3,7), os sites específicos como o Reclame Aqui (3,5), o Twitter (3,4), os jornais impressos (3,1), o rádio (2,9) e o contato por telefone (2,6).

Fonte e Imagem: Mundo do Marketing

Postado por Paula Souza em 17/01/2013
Reações:

0 Participações: